Siga o observatório nas redes socias!!!

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Napoleão Bonaparte o agente da Revolução

Esse é o primeiro de uma série de artigos que contará a vida de um líder político e militar durante os últimos estágios da Revolução Francesa.
Napoleão cruzando os Alpes no passo de Grande São Bernardo,
 por Jacques-Louis David, 1800, no Kunsthistorisches Museum
Napoleão Bonaparte foi um militar francês que ocupou o cargo de general como poucos.  Era um gênio e sob seu comando os ingleses foram derrotados e expulsos do território Francês em 1793 tal feito rendeu a Bonaparte o cargo de general antes que ele completasse 26 anos. Suas habilidades notáveis fora utilizadas em diversas guerras no final do século XVIII em decorrência de inúmeras tentativas de invasão da França por parte de vários países europeus com intuito de restaurar o regime monárquico.

Napoleão combateu no conflito contra os austríacos sediados na Itália onde obteve sucesso em sua missão, em seguida investiu contra os egípcios que na época era uma colônia inglesa e com esse ataque atingiria a própria Inglaterra. Sofreu algumas derrotas no mar até conseguir ocupa-lo através de batalhas em terra.
Napoleão era considerado um grande orgulho para o povo francês por suas conquistas. Teve umas ascensão meteórica que o proporcionou várias regalias que seria improvável acontecer com alguém que não tivesse origem aristocrática no antigo regime.
Napoleão foi um dos muitos que beneficiou-se com a Revolução Francesa já que a seleção para cargos de alto escalão não dependia mais de sua origem. Tendo um enorme prestigio perante a sociedade e um exército fiel Bonaparte logo passaria a ser visto pelo governo burguês como um trunfo para seus interesses.
O governo enfrentava a hostilidade da população que sofria com problemas sociais e esse quadro atingia alguns setores sensíveis da burguesia e para contornar a situação eles decidiram colocar em prática uma hábil estratégica política, estimularam Napoleão a tomar o poder. E assim o jovem general tomou o poder em 9 de novembro de 1799.
No próximo artigo vamos observar o governo de Napoleão.

Referências Bibliográficas
FERREIRA, José Roberto Matins - História do Brasil e História Geral

2 comentários:

Política de moderação de comentários:
O autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.