Siga o observatório nas redes socias!!!

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

RESUMO - O MUNDO MEDIEVAL

Usado como cenário para uma verdadeira legião de filmes, séries, livros e jogos, o mundo medieval ou idade das trevas desperta um verdadeiro interesse pelo modo de vida que se tinha naquela época. É claro que o que é visto no cinema, muitas vezes embeleza uma época dominada pelo absolutismo dos Imperadores, dos reis e de uma infinidade de outros “personagens”.

A Idade Média foi um período compreendido entre os séculos V e XV, que culminou com a queda do Império Romano (476) e a Queda de Constantinopla (1453). Muitas transformações contribuíram para a construção do mundo moderno.
Mas como ocorreu o declínio do Império Romano? Para responder a essa questão devemos ter consciência de que não houve apenas um motivo, mas sim, vários e entre eles podemos destacar:
1.       Grande extensão do território (território muito grande com inúmeros habitantes);
2.      Colapso do trabalho escravo (fim da expansão territorial pôs fim à aquisição de novos escravos, ocasionando o encarecimento do preço destes);
3.      Cristianização do Império (surgiu uma nova classe de pessoas que não produziam, mas que eram sustentadas pelo Estado);
4.      A Pax Romana (construção de estradas, portos, diques, aquedutos, embelezamento de Roma, altos gastos com o exército, etc.).
Esses fatores somados a perda da arrecadação de impostos contribuiu para um cenário catastrófico, a população faminta se rebelava constantemente e os inimigos de outra hora aproveitaram para pressionar as fronteiras do Império Romano, até que em 476 d.C., Roma caiu nas mãos de Odroaco, rei dos hérulos. Era o fim do Império Romano do Ocidente.

SERVIDÃO, CRUZADAS e Colapso DO MUNDO MEDIEVAL

No mundo medieval foi criado um sistema de servidão conhecido como vassalagem. Um ato natural que firmava um acordo de fidelidade de um cavaleiro (vassalo) para outro nobre (suserano) durante uma cerimônia, a homenagem era dividida em dois atos. No juramento, o vassalo prometia auxílio militar quando requisitado, conselhos e ajuda financeira quando necessário. Em contrapartida, na investidura, o suserano cedia um feudo que podia ser uma porção de terra, pensão ou rendimento agrícola.
Os servos trabalhavam nos feudos e respondiam as ordens do Senhor Feudal que herdava e repassava seu feudo hereditariamente. No feudo, os servos eram obrigados a pagar inúmeras taxas ou obrigações feudais.
No topo estavam o rei, a Igreja e os grandes nobres que detinham os maiores domínios, mas, com o tempo, as terras reais e dos demais nobres foram se dividindo graças à vassalagem, o que aumentou o poder da Igreja, que não dividia suas terras.

IMPORTANTE

A sociedade medieval era dividida em camadas sociais definidas conforme o papel desempenhado por seus membros. O bispo Adalberón traduziu a visão da Igreja sobre a sociedade medieval em um poema onde dizia que o clero era os que oravam; a nobreza, os que guerreavam; os servos, os que trabalhavam.

CRUZADAS

As cruzadas foram expedições de cunho militar e religiosas organizadas pela Igreja com o intuito de expulsar os muçulmanos de Jerusalém, restituir a unidade cristã no Império Bizantino, arrumar terras para os nobres europeus e o mais estranho, sofrer um verdadeiro calvário em nome da fé e obter terras para os nobres europeus. Contudo,as Cruzadas não alcançaram o sucesso com seus objetivos religiosos, mas foram responsáveis por uma série de mudanças.

COLAPSO DO MUNDO MEDIEVAL

Todo este sistema que existia na idade média entrou em colapso a partir do século XIV com o início da à crise do feudalismo.
Principais fatores da crise do mundo medieval:
1.       A população europeia foi assolada pela “grande fome”. Devido a intensas chuvas as plantações foram prejudicadas e o preço dos alimentos disparou, provocando uma grande dificuldade de acesso à comida pelas camadas mais baixas da sociedade que sofreram com a fome e com doenças. 
2.      A principal doença que acometeu 1/3 da população europeia foi a peste negra. Transmitida pela pulga do rato, causava manchas negras na pele (“bubões”) e o inchamento das glândulas linfáticas. Somente no século XVI a população europeia conseguiu se recuperar e atingir o número de habitantes que possuía. 
3.      A “Guerra dos Cem Anos”.  O conflito entre Inglaterra e França que agravou a crise econômica e demográfica e inspirou conflitos urbanos e nos campos, contribuindo para a desestabilização do sistema feudal.
4.      No século XIV, estourou as revoltas camponesas e urbanas que contribuíram ainda mais para aprofundar a crise do sistema feudal. Nos campos tratava-se de combater a exploração servil, já nas cidades os revoltosos se levantaram contra o aumento dos impostos e os abusos de poder de clérigos e nobres.
Esta crise que se instalou na sociedade medieval foi decisiva para o encerramento do sistema feudal e para a passagem da Idade Média para a Idade Moderna.

REFERÊNCIAS UTILIZADAS

PILETTI, Nelso, 1945 – História e vida integrada – Ática ,2003 capítulos 3,4 e 5
História Livre disponível em http://www.historialivre.com/medieval/salamedia.htm acesso em 30 de outubro




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
O autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.